Prova de títulos

Prova de títulos

Saiba como funciona a prova de títulos dos concursos públicos?

A prova de títulos, também chamada de análise curricular, serve como uma espécie de triagem dos participantes. A ideia é verificar quem tem mais qualificações para ocupar o cargo.

Os títulos nada mais são que os diplomas e certificados obtidos pelo indivíduo. Vale graduação, pós-graduação (MBA, mestrado…) e outros cursos de formação continuada, desde que tenham relação direta com a vaga em disputa.

Essa documentação obedece a uma tabela de pontos. Por exemplo, um diploma de mestrado na área pode valer dois pontos. MBA vale um ponto e assim por diante.

O edital apresenta a relação de títulos válidos e determina qual será a pontuação máxima obtida na avaliação curricular. Mais adiante, esse número será somado à nota da prova objetiva, melhorando a classificação geral do candidato.

Veja um pouco mais sobre Prova de títulos:

  • Para que serve prova de títulos?
  • O que é prova de títulos em concurso público?
  • O que é prova de títulos de caráter classificatório?
  • O que é prova de avaliação de títulos?

Para que serve prova de títulos?

Após o esclarecimento e partindo para a definição de prova de títulos, trata-se de uma etapa do concurso público em que os candidatos aprovados passam por uma triagem para verificação de suas qualificações e avaliação de quais são mais consistentes.

A prova de títulos tem efeito classificatório e serve somente para “agregar” à nota já alcançada em etapas anteriores. Ou seja, ganha mais pontos quem conseguir atender aos requisitos da banca examinadora. Os candidatos, mesmo sem nada para apresentar, não podem ser desclassificados na prova de títulos.

O que é prova de títulos em concurso público?

A prova de títulos em concurso público nada mais é do que uma análise curricular. Ela seleciona quem está melhor preparado levando em conta a formação educacional e profissional do candidato. Essa análise acontece após a prova objetiva, que é a primeira classificação dos candidatos. Se houver outras fases no processo de seleção, o edital é que ditará a ordem das avaliações.

O concurso de provas e títulos está previsto no inciso II do Artigo 37 da Constituição Federal. A Constituição diz que duas modalidades de concurso são admitidas: a que tem somente provas e a que tem, além das provas, a análise de títulos.

O que é prova de títulos de caráter classificatório?

A prova de títulos tem caráter classificatório. Ela existe apenas como um filtro a mais para apontar os aprovados no certame. Quem pontua sobe no ranking, mas quem não pontua não recebe descontos ou punições.

Vale lembrar que a primeira etapa de um concurso público é, sempre, a prova objetiva. Os candidatos que passam por essa fase seguem às próximas avaliações, podendo ser teste de aptidão física, investigação social, entre outras.

O que é prova de avaliação de títulos?

A Prova de Títulos é a avaliação do currículo acadêmico e da experiência profissional do candidato. Essa etapa é classificatória, ou seja, o candidato soma pontos e não sai prejudicado caso não tenha nenhum título que atenda os critérios apontados pela banca organizadora do concurso público.

Os procedimentos variam de acordo com a natureza do órgão público. Ou seja, nem todo concurso tem prova de títulos.

Ainda assim, caso essa etapa exista, acalme-se. Se você obtiver uma nota muito alta na fase objetiva, conseguirá uma boa classificação, mesmo que não acumule a pontuação máxima na avaliação curricular.

O desafio maior está nos certames acirrados, cujos participantes disputam em pé de igualmente. Devido à qualidade equilibrada dos candidatos, muita gente fica próxima da nota máxima. Assim, qualquer pontinho a mais pesa bastante no final.

Nessa situação, a prova de títulos pode significar a diferença entre a aprovação imediata e o cadastro de reserva.

Bons Estudos,

ConcursosAZ | Aprovando de A a Z